segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Beleza trazendo Pureza

O ar no interior de nossas casas é frequentemente tão poluido quanto o ar exterior.

Compostos orgânicos voláteis, perfumes, pinturas, ar condicionado são fontes de poluentes, com moléculas químicas que se apresentam sob a forma de vapores ou gases.

Os principais compostos orgânicos voláteis poluentes são :

  • Os solventes, provenientes de pinturas, vernizes, colas, sendo que os mais comuns são o tolueno, o xileno e o tricloroetileno.
  • O benzeno, contido nas pinturas, tintas, matérias plasticas, detergentes, fumaça de cigarro e outros produtos constituindo a mobília. Ele foi reconhecido como cancerígeno.
  • O tolueno, também cancerígeno pode ser encontrado nas pinturas, vernizes, tintas, colas, carpetes, tapetes e vapores de essências.
  • O estireno aparece nas matérias plásticas, nos materiais isolantes e na fumaça de cigarro.
  • O xileno e o tricloroetileno aparecem em certos solventes e pinturas; o xileno se encontra em vários inseticidas e o tricloroetileno nos desengordurantes para metais, nas espumas e nos tecidos dos móveis.
  • O tetracloroetileno está presente nos tapetes e carpetes.
  • Os éteres de glicol podem ser encontrados nas pinturas, cosméticos, produtos de tratamento da madeira, herbicidas e fungicidas.
  • O formaldeido se encontra nos painéis dos aglomerados de madeira, na cola do carpete, nas resinas, na lã de vidro, na fumaça de cigarro, nos cosméticos...

Estes são alguns dos poluentes de interior, e pode-se acrescentar os males causados pelas radiações eletromagnéticas, devidas ao forno a microondas, wifi, etc.

Uma solução para combater esta poluição interna é ventilar os cômodos da casa, lutar contra a umidade, limitar o uso de produtos químicos na limpeza...

Mas os cientistas também tem estudado com resultados positivos o uso de plantas de interior para o combate a este tipo de poluição. Estas tem efeito benéfico sob vários pontos de vista : respirando, pois no processo da fotossíntese transformam gas carbônico em oxigênio ; transpirando, pois neste processo aumentam a higrometria, o que melhora a qualidade do ar; e finalmente despoluindo, pois suas folhas, raizes e microorganismos contidos na terra captam os poluentes do ar de pequeno peso molecular.

A eficiência das plantas para despoluir varia de uma planta a outra, veja alguns exemplos de utilização de plantas com esta finalidade no diaporama abaixo (use as flechas para “virar as páginas”).

Este post faz parte da blogagem coletiva "Ecological Day" promovida pela Elma do "Caliandra do Cerrado" que ocorre no segundo dia de cada mês. Participe!

Photobucket

18 comentários:

Elma Carneiro disse...

Maria Augusta
Beleza e pureza, sem falar nas suas sempre e maravilhosas postagens tão informativas e úteis.
Um jardim dentro de casa que além de nos encantar com as flores e suas variadas formas e cores, ainda agem beneficamente sobre nós.
Obrigada. Parabéns sempre é um prazer ver seu blog inteligente.
Muito bom que tenha gostado do Vale da Lua, em Alto Paraíso um dos lugares mais místicos do Brasil onde se encontra também um jardim Zen de Pedras natural e em posição vertical que as pessoas freqüentam para meditações.
Sonia e eu agradecemos.
Beijos

sonia a. mascaro disse...

Maria Augusta, ótima a sua postagem para o Ecological Day! Bonita e muito útil, pois eu não sabia do poder da maioria das plantas e flores na despoluição do ambiente interno da nossa casa. Notei que a fumaça do cigarro aparece em muitos dos poluentes. Felizmente eu e meu marido não fumamos!

Agradeço em meu nome e em nome da Elma por sua sempre excelente participação!
Bjs.

João Menéres disse...

MARIA AUGUSTA

Independentemente de em muito ter valorizado a iniciativa comum das nossas queridas amigas Elma e Sonia, esta sua postagem presta mais um relevante serviço à comunidade.
Continuo a admirar os conhecimentos que possui de informática e o quanto deles extrai.
Muitos parabéns às três.

Eduardo P.L disse...

Maria Augusta,

esta é a MA que conhecemos! Postagens com substância, profundidade, interesse e graça ao apresentar o assunto!
Mais uma vez, meus parabéns!

jugioli disse...

Maria Augusta, sempre completa e linda em suas postagens.

Estou adorando ter suas visitas.

bjs.

JU

Adelino disse...

Maria Augusta, participação NOTA DEZ COM LOUVOR. Aquela aula sobre poluentes foi maravilhosa. Vou imprimi-la para ler com mais calma. Valeu.
Abraços.

Georgia disse...

Maria Augusta, ainda de molho.

O corpo pede cama.

Nao sabia da relacao das plantas no sistema interno de despoluicao.

Super útil o seu post além de informativo, muito bonita a forma como você apresentou tudo.

Um grande beijo e estou voltando para cama.

expressodalinha disse...

Excelentes conselhos. Fiquei preocupado com tanta poluição dentro de casa... O melhor é descontrair!

chicoelho disse...

Otimos conselhos,nos não enxergamos mas a poluiçâo esta em toda parte,muito bom vc nos ter lembrado.

Bjs

expressodalinha disse...

Maria Augusta: já deixei o link da música medieval lá no meu blogue. Espero que goste.

disse...

Mria Augusta só agora chego depois destes dias de tantas emoções ...Sem tempo só participarei da próxima...Como sempre vc genial nas suas abordagens,òtimo post. Beijos

luma disse...

Noooooooooosa!! Nunca tinha imaginado que vivemos poluídos! Sabe qual plantinha é bom ter dentro de casa? Não sei se estou errada, mas uma vez, alguém disse que nao era bom manter planta dentro de quarto. Será que procede?
Maria Augusta, estava com saudades de você!! Beijus

Meire disse...

Menina preciso repensar umas coisas aqui em casa, vou mudar algumas coisas de comodo e usar algumas plantas em casa, o Cacto sera um dos primeiros a entrar.

Bjs

acqua disse...

Eu tenho várias plantas em casa justamente por essas razões. Descobri recentemente que a manjerona (justamente quem) ajuda a tirar aquele cheiro de queimado quando alguém esquece algo na panela. Sempre tive, mas nunca na cozinha, agora está lá...
Caríssima, tem presentinho pra ti lá no Acqua. Beijosss

Leonor Cordeiro disse...

Querida Maria Augusta,
Quando consigo um computador e volto para os blogs das amigas percebo o quanto estou perdendo com essa ausência.
Estou sumida pois passei um bom tempo em Ribeirão Preto no interior de SP. Estava pensando em mudar para Ribeirão. Agora já estou em BH, nossa mudança vai esperar pelo menos mais um ano.
Meu computador está no "hospital" mas logo volta...(snif)
Eu já sabia dos perigos que moram em nossas casas mas não sabia da relação de plantas específicas com algumas situações. Aprendi muita coisa.
Por falar em planta, tenho uma Árvore da Felicidade na minha sala, ela já tem mais de 25 anos. Já é uma "senhora". Por causa dessa longa viagem a coitadinha está muito acabada, agora terei que dar um atenção especial para a sua recuperação.
Um grrraaande abraço para você !!!

Leonor Cordeiro disse...

Voltei....
Maria Augusta, não estou encontrando os blogs do Oscar como o Flainando. Como eles também estão na sua lista, pode me informar se eles mudaram de lugar?

Maria Augusta disse...

Elma, parabéns pela organização do Ecological Day criado pela querida Sonia, tua postagem sobre o Vale da Lua é realmente maravilhosa.
Um grande abraço.

Sonia, que bom que você vem nos visitar mesmo tendo feito uma pausa nas blogagens. E que bom que a Elma "não deixou a peteca cair" e levou em frente esta tua magnífica iniciativa que é o "Ecological Day".
Um beijão.

João, seus comentários são sempre gentis, te agradeço.
Um grande abraço.

Eduardo, estou voltando devagarinho das longas férias, ainda não atingi "a velocidade de cruzeiro" na blogosfera rs.
Um abração.

Ju, também gosto muito de visitar teus "Discursos", mais amplo ainda que teu blog anterior que já era tão bom.
Um beijão.

Adelino, também fiqauei espantada quando descobri a quantidade de poluentes existentes no interior de nossa casa. Se podemos combatê-los e ao mesmo tempo embelezar a casa com as plantas, porque não?
Um abração.

Georgia, ainda bem que você melhorou do resfriado.
Um beijão.


Jorge, é de assustar mesmo, né? Mas como você disse é melhor descontrair.
Ouvi as musicas medievias tocadas pelo grupo que seu filho integra, gostei muito, obrigada pelo link.
Um grande abraço.

Maria Augusta disse...

Chico, pois é, a poluição está mesmo onde não esperamos.
Obrigada pela visita e um abraço.

Vi, é normal que você precise se recuperar destas belas emoções. Você fez falta, mas fica para a proxima, né?
Um grande beijo.

Luma, também estava com saudades de vocês. Quanto às plantas no quarto, é verdade que elas exalam CO2 durante a noite, mas é em quantidade insignificante em relação ao produzido pela respiração de uma pessoa.
Um beijão.

Leonor, que chato ficar sem computador, espero que o recupere logo e que volte "com tudo" à blogosfera. Quanto ao Oscar também não consegui ter acesso aos blogues dele, espero que ele consiga resolver o problema logo, seria uma pena ele ficar fora da blogosfera.
Um abração.