terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Vovô Noel



Aqui no leste da França, as tradições natalinas são meio diferentes das tradições brasileiras e mesmo das outras regiões francesas. Principalmente na Alsácia, elas são inspiradas principalmente nas tradições da vizinha Alemanha. Na Lorena, onde moro, uma das tradições mais importantes é a chegada de seu padroeiro São Nicolau, dia 6 de dezembro.

São Nicolau foi um bispo que viveu no século IV na Ásia Menor, e que perseguido pelo imperador romano Diocleciano. Conhecido por sua generosidade, ele ajudava os fracos e oprimidos, as viúvas, as crianças, e as vítimas de injustiças. Assim ele se tornou o santo padroeiro dos marujos, dos comerciantes, dos viajantes, dos padeiros, dos juristas, dos escolares, da Rússia e também da Lorena.



Sua história é cercada de varias lendas. Numa delas ele ressuscita três meninos que haviam sido mortos e salgados por um açougueiro. Em outra outra, ele salva da ruína uma família, jogando moedas de ouro pela chaminé...o que deu origem à tradição de deixar as meias perto da lareira na véspera do seu dia.

Desfile de São Nicolau pelas ruas de Nancy em 2007


Nesta data, nas escolas são distribuídos biscoitos e chocolates com a forma do santo, mandarinas e laranjas, que são frutas da época. Normalmente, ele chega nas cidades onde é festejado de helicóptero ou em uma carruagem, e percorre as ruas distribuindo doces para a garotada. Mas tem um detalhe importante : ele só oferece os doces às crianças comportadas! Ele é sempre acompanhado pelo Père Fouettard, um velhinho com um chicote que castiga as crianças malvadas...Ele recebe as chaves da cidade das mãos do prefeito e a festa em geral termina com uma grande queima de fogos.


Transformação de São Nicolau em Papai Noel

Quando houve a Reforma Protestante muitos países da Europa abandonaram a tradição da festa de São Nicolau. No entanto, ela foi levada para a América por colonos holandeses e deu origem...ao Papai Noel. Pois tudo é parecido entre eles : a barba branca, a roupa (a de papai Noel é menos "católica", os americanos são na maioria protestantes), as meias na lareira e até o bastão. Mudaram também o meio de transporte, São Nicolau tinha uma mula, e Papai Noel suas renas. Mas São Nicolau é certamente o ancestral de Papai Noel!




20 comentários:

Só- Poesias e outros itens disse...

Olá,
este post é para ler todos os dias até o Natal.

Obrigado.

bjs.


Jugioli

valter ferraz disse...

Maria Augusta, essas lendas são muito legais e acbam percorrendo o mundo por conta da colonização e das correntes migratórias. Aqui no Brasil, o papai noel não teria nada a ver com nossa realidade de país tropical. Mas pegou e as crianças esperam por ele, seja São Nicolau ou Santa Claus.
Quero agradecer a colocação do meu livro alí no "Acontece na Blogosfera".
Muito obrigado
e Bom dia de São Nicolau aí.
Um beijo, menina

Lunna Montez'zinny disse...

Sou completamente apaixonada por lendas. Elas brincam com o nosso imaginário. Mas confesso que está não me atraí tanto. Acho que devido a minha pouca ligação com a data.
A própria mitologia grega tem algo bem próximo a isso, aliás, acho que foi justamente de onde se originou a fábula do Natal.
Eu gosto mesmo é da história da Rena do Nariz Vermelho. Sou apaixonada por aquele história que assisti quando criança - mas era uma questão de identificação. Era como se eu tivesse um nariz vermelho brilhando como o do Rodolpho.
Beijos moça...

Vi Leardi disse...

minha querida,
sou apaixonada pelo natal e por tudo a ele relacionado...agora então, com quase netos e crianças novas em volta, mais ainda...Algumas histórinhas de papai noel vão vir neste mês...adorei a de São Nicolau pois não a conhecia...mais um post delicioso.... bjs

Karina disse...

Essas lendas servem para tornar mais forte essa sensação de magia que vai nos cercando até o Natal.

Maria Augusta, deixei um carinho pra vc lá no blog. Como sei q vc já recebeu, nem precisa se preocupar em repeti-lo, é apenas para demonstrar o quanto gosto de vir aqui e curtir os textos q vc escreve com tanta delicadeza.

Bjks carinhosas

Maria Augusta disse...

Jugioli, vou contar outras tradições de Natal que encontrei aqui e não conhecia. Um beijo.

Valter, você tem razão, Santa Claus, São Nicolau ou Papai Noel, o importante é que as crianças o adotaram. Um abração e obrigada pela visita.

Lunna, não conheço a lenda da Rena do Nariz Vermelho sniff, sniff...Mas gosto muito de todas que se relacionam com o Natal. Beijo.

Vi, é verdade que o ambiente de Natal tem tudo a ver com as crianças...e com as crianças que trazemos em nós. Um beijo.

Karina, você sempre tão gentil, obrigada pelo mimo. Também acho que esta época de Natal tem uma magia, apesar do consumismo que ela provoca. Beijo.

Meiroca disse...

Guta, ja' sabia alguma coisa de Sao Nicolau, mas o teu post esta' tao completo que anorendi mais sobre o velhinho que com certeza è papai noel ou Babbo Natale como chamamos na Italia.

Bjs
Meire
www.meiroca.com

Eduardo P.L. disse...

Ótima e oportuníssima postagem!
Parab´ns pela janela INFORMATIVA. Nota 10!

Abçs

Ronald disse...

As lendas natalinas realmente são encantadoras, uma pena que para muitos, o que deveria ser de paz e solidariedade, acabou virando comércio.

Bjs querida

Teresa disse...

ah, estava há pouco no telefone com uma amiga que mora na Holanda e ela me falava dessa festa de São Nicolau, que também é comemorado por lá, mas eu não entendi, porque ela não soube explicar direito. agora entendi tudo. mas, maria augusta, a holanda também é um país de raízes protestantes. vê, está tudo misturado. boa festa de São Nicolau, alors.

Maria Augusta disse...

Meiroca, é engraçado que a Itália que é um país tão católico não tenha esta festa...mas também tem tantos santos, né? (rs).
Beijo grande.

Eduardo, pois é, vou postar ainda mais coisas sobre o Natal este mês.
Abração.

Ronald, nem me fale, o comércio tomou conta, hoje se avalia se alguém passou um bom Natal ou não pelo número de presentes, uma deturpação completa do sentido da festa. Grande abraço.

Teresa, talvez estes colonos tenham partido para a América antes da Reforma ou por causa dela.
Mas realmente não é muito lógico, a Alsacia é muito católica mas a Lorena não tanto, e ambas festejam São Nicolau. Beijão.

luma disse...

Essa lenda é muito mais atraente que a do papai noel. Álias, as histórias de natal aqui são ocas, sem tradições.
Já ouviu falar de São Nicolau de Flüe, Padroeiro da Suíça, seria o mesmo?
Boa semana! Beijus

gilrang disse...

maria,

além de tudo, saint nicolas é o padroeiro da lorraine.

joyeuse-fêtes! bonne saint nicolas!

Flavia Sereia disse...

Muito interessante saber dessas coisas, agora entendi o pq das meias nas lareiras. Estava até pensando nisso outro dia, mas pq uma meia?? rss
O natal pega crenças e tradições de muitos lugares, por isso fica essa salada mista de habitos e atitudes.

bjs

Vi Leardi disse...

Maria Augusta Querida ...Veja se pode ajudar na divulgação de blogagem coletiva por esta menina...Um presente de Natal para Flavia...Grande beijo...

Só- Poesias e outros itens disse...

Olha, já tinha deixado um comentário antes, mas fiquei emocionada com os arranjos de natal.

bjs.


Ju gioli

Maria Augusta disse...

Luma, o Saint Nicolas de Flue da Suiça não é o mesmo, é mais recente. Beijão.

Gilrang, a Lorraine celebra bastante seu padroeiro, aqui em Nancy para a passagem do desfile eles fecham o centro da cidade por dois dias. Um abraço.

Flavia, aqui dizem que o pessoal antigo guardava as economias (que eram em moedas) dentro das meias (rs). Acho que é porisso que colocam as meias na lareira pra esperar o Papai Noel. Beijos.

Vi, vou me informar sobre esta blogagem coletiva. Beijos.

Jugioli, que bom que você gostou, foi a primeira vez que manipulei o template, talvez ainda faça algumas mudanças nos arranjos.
Beijos.

Meiroca disse...

Passando pra deixar meu beijinho.

Diz disse...

Fui à Bahia há anos 3 vezes, adorei o baiano- que é bonito, alegre, generoso.
E que belos negros tem lá! uauuuuu
Na próxima vez venha até aqui, tem mtos coqueiros :)
E o Natal... não gosto mto, acho triste.
bjs Laura

Meiroca disse...

Mas isso aqui ta muito bonito!

Meire Christmas!