quinta-feira, 29 de novembro de 2007

França : Sinal Verde ?


Segundo seu presidente, a França deseja ocupar no mundo a liderança na luta contra o aquecimento global e pelo desenvolvimento sustentável. Para isto, durante três meses o poderoso Ministério do Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável, Energia e Transportes promoveu a "Grenelle* do Meio Ambiente" reunindo representantes de ONGs, sindicatos, coletividades locais, empresas e políticos visando propor e discutir as medidas necessárias para atingir este objetivo. O público também foi consultado via Internet, respondendo a um questionário sobre quais medidas estaria disposto a aceitar.

O programa resultante é ambicioso e foi apresentado dia 25 de outubro último pelo presidente Nicolas Sarkozy em um discurso, na presença de Al Gore. Segundo ele, toda decisão governamental deverá ser analisada em relação ao impacto causado sobre o meio ambiente e a biodiversidade. Prevê também um investimento de 1 bilhão de euros em 4 anos na pesquisa e formação, sem aumento de impostos e sem sacrificar o crescimento do país. Considerando irreal que as pessoas aceitem se sacrificar nos nossos dias para assegurar as condições de vida das gerações futuras, estabelece que para cada mudança efetuada neste sentido, uma alternativa deve ser proposta, visando manter o conforto atual. Pois o programa toca em hábitos arraigados, como os modos de transporte, diminuindo o investimento nos transportes rodoviários e aéreos, e aumentando no ferroviário, fluvial e marítimo.


Um dos pontos críticos da discussão foi a questão energética. O governo fez pé firme para conservar a energia nuclear, responsável atualmente por 80% da energia elétrica produzida na França, logo o novo reator EPR será mantido...mas informou que não haverá construção de outros parques nucleares. E as medidas prevêem o investimento paralelo nas energias renováveis : para cada euro investido na energia nuclear, um euro será investido nas energias alternativas.

Algumas das propostas dizem respeito aos outros países, como por exemplo, "os produtos oriundos dos países que não respeitam o protocolo de Kyoto devem sofrer sobretaxas no mercado francês", ou "nas etiquetas dos produtos devem ser escrito quanto CO2 foi produzido para sua produção e seu transporte até o consumidor".

A França deseja difundir estas idéias na Europa e no mundo, e nisto tem o apoio de Al Gore que declarou que seria necessário um "Grenelle mundial".


Todas estas propostas passarão pelo Parlamento para serem votadas. Apesar do aval do mais eminente defensor francês do meio ambiente Nicolas Hulot, alguns temem que certos "lobbies" bloqueiem a aprovação das medidas. Mas se passarem, será a primeira vez que um país orienta suas decisões em função do impacto sobre o meio ambiente. Será que desta vez vai? A caixa de Pandora verde teria sido aberta? Saberemos em breve.



Foto acima : Al Gore com Jean-Louis Borloo (minsitro do meio ambiente, desenvolvimento sustentável, energia e transportes da França)


Discurso de Nicolas Sarkozy com as conclusões do Grenelle - texto (francês, inglês, espanhol, alemão) e vídeo
Video da televisão francesa sobre o discurso acima
Site "Grenelle do Meio Ambiente"




*A palavra Grenelle faz referência aos acordos sociais de Grenelle que puseram fim às greves de 1968.


17 comentários:

tita coelho disse...

Bela atitude da França!!!
Vim conhecer teu blog...achei demais!!!
beijos meus

Vi Leardi disse...

Querida...
como sempre a sua informação é perfeita e tão bem apresentada...Tomara as propostas se realizem...Acho que o que realmente está acontecendo é a conscientizaçõa desta criançada que vem vindo aí..que sem dúvida fará toda diferença...Espero que aqui também as coisas aconteçam...Parabéns pelos elogios ao Jardin..feitos pela Jugioli...um presenté para mim ter sido lembrada ao lado de "feras" como vc...
um grande beijo Vi

Lunna Montez'zinny disse...

Bem, minha cara, vamos aguardar, afinal, é necessário que algo seja feito por esse nosso planeta, até porque não seremos os unicos atingidos com o destino que os próprios humanos traçaram até o presente momento.
Abraços meus e obrigada pelo seu carinho constante.

Flavia Sereia disse...

Aplaudo a atitude da França, se todos os paises fizessem isso, o planeta estaria salvo. veja se aqui no nosso pais o presidente está preocupado com isso. Não está nem ai!

bjs

Maria Augusta disse...

Tita, obrigada pela visita e pelas palavras, também gosto muito do teu cantinho, um templo da poesia.
Um abraço.

Vi, as novas gerações ja estão sendo educadas para respeitar o meio ambiente...se deixarmos alguma coisa para elas.
A Jugioli fez uma bela homenagem a seus visitantes, ela é muito talentosa. Um grande beijo.

Lunna, vamos ver se as medidas serão aprovadas, a votação sera no inicio do ano que vem. Gostei de ver as fotos do sarau. Um beijão.

Flavia, a França quer dar o exemplo, mas muitos ja dizem que não vai adiantar muito se os outros paises não o seguirem. E é verdade, mas alguém tem que começar...parabéns por seu post sobre os chimpanzés.
Um beijo.

Só- Poesias e outros itens disse...

Bela reportagem, adorei saber de todos esses itens.
Obrigado. Vou fazer referência no meu blog.

bjs,

Ju gioli

Eduardo P.L. disse...

Maria Augusta,

VIVA A FRANÇA!

Muito boa notícia. A França mais uma vez na vanguarda .
Parabéns pelo post e pela abordagem do tema!

Abçs

chicoelho disse...

Maria Augusta

Parabéns,essa e uma otima noticia, vamos torcer

Abç

Mário disse...

Maria Augusta, vejo com bons olhos essa nova fase de conscientização ecológica. Um bom final de semana.

Maria Augusta disse...

Jugioli, obrigada, estes assuntos quanto mais divulgação melhor, pois ainda estão em fase de conscientização. Um beijo.

Eduardo, a França quer dar o exemplo neste assunto. Tomara que consiga ser um modelo e que os outros o sigam. Abração.

Chicoelho, é isso aí, vamos torcer. Obrigada pela visita. Um grande abraço.

Mario, é preciso tomar consciência e começar a agir, né?
Um abração.

Aninha Pontes disse...

Querida, é uma atitude pioneira, importante para o planeta.
Devemos sim aplaudir a atitude, embora saibamos que sim, os poderosos poderão até tentar embargar tais atitudes.
Mas não deixa de merecer nossos aplausos, e torcer para que seja apenas o primeiro passo.
Um beijão querida.

Anônimo disse...

bacana. na verdade, eu gostaria de ver a frança voltar à vanguarda em várias outras áreas. estou cada vez mais apegada a este país. e moça, quando é que você vem a paris? quero conhecê-la pessoalmente. (se vc enrolar muito, eu é que vou aí rs) Teresa

Meiroca disse...

Oi Gutinha! Tudo bom?

Pois é amiga vamos aguardar pra saber o q vai dar.

Bjs

luma disse...

Al Gore está corretíssimo ao afirmar que é necessário uma Grenelle mundial. Uma andorinha só não faz verão. Mas parabéns para a França que deu o pontapé inicial!
Boa semana! Beijus

Celia disse...

Muito bom post. Gostei de ler. Um abraco e boa semana.

Maria Augusta disse...

Aninha, as votações vão começar no início do ano que vem, logo saberemos em breve a extensão destas reformas. Um grande beijo.

Teresa, acho que você vai se casar com um francês e ficar por aqui mesmo (rs). Espero ir a Paris em breve e um dia recebê-la aqui também. Beijão.

Luma, você tem razão, desta vez ou o planeta inteiro caminha junto ou afunda junto. Um beijão.

Meire, pois é, agora só nos resta aguardar. Um beijo grande.

Célia, muito obrigada. Beijos e obrigada pela visita.

Karina disse...

Acredito q estamos vivendo um momento de conscientização, vemos isso nas crianças que se preocupam com questões ecológicas e em nossas próprias atutides que, se não são ainda as ideais, pelo menos são uma tentativa de se adaptar a uma vida que não prejudique vidas futuras.
Muito boa essa iniciativa vinda de um governo. Tomara q seja um sucesso e q possa ser copiado pelos outros países.
Bjks