segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Brincando com a luz...



Uma de minhas grandes paixões é a transparência...e quando ela brinca de esconde-esconde com as luzes, as cores e a natureza, como nestas esculturas de cristal dispersadas no meio de um parque, sua beleza explode em mil brilhos e sugestões. Elas foram criados pelos artistas de Daum, Lalique, St-Lambert e St-Louis, para o jardim de cristal que já descrevi aqui...só que desta vez ele está instalado no Jardin de la Bagatelle (até 9 de novembro), perto de Paris.Não vou falar muito, só vou deixá-los apreciar...

Este post é minha contribuição para o "Post in Progress" cujo tema é "Minha Grande Paixão". PARTICIPE!

Veja também o vídeo da exposição




19 comentários:

Meire disse...

Maria Augusta bom dia!
Eh realmente apaixonante este jogo de luz provocado pelos cristais.
Teho uma vitrineta com uma pequena coleçao de swarovski e sei bem o que é este jogo de luz e cores que te apaixona.

Bjs

Eduardo P L disse...

Essa artista Daum, Lalique é um fenômeno. Tudo que fez é uma maravilha. Apaixonante, sim!
Parabéns por participar do POS IN PROGRESS, e ao contrário do que comentou lá, não chegou atrasada não, pois uma das características dessas postagens é que serão por todo sempre. Não saim nunca do blog. A qualquer tempo a pessoa pode ir, se inscrever e participar. Pode escolher o tema que mais aprecie!

Muito obrigado por divulgar e pelo link!

Abçs

PS- Lalique e esta ( sonata ??) estão nota 10.

Dora disse...

Maria Augusta! Você se dá conta da atmosfera de seu blog? Hoje, nesta postagem, é como estar lá, no Jardin de la Bagatelle, em meio às transparências, ao som de Chopin...
Você proporciona aos nossos sentidos "todos" um presente quase divino.
Você é tão artista quanto os artistas criadores das "transparências".
Para mim, quem acolhe a Arte, associa-se ao autor dela.
Lindíssimo post!
Minha sensibilidade agradece a você!
Beijos saudosos.
Dora

sonia a. mascaro disse...

Lindíssimo post, Maria Augusta. Uma verdadeira magia e deslumbramento! Gostaria de estar lá para desfrutar desta beleza pessoalmente! A música escolhida também está linda!

Muito obrigada minha amiga pela nova visita ao meu blog, agora no post do meu primeiro aniversário. Estas comemorações têm me proporcionado uma grande felicidade!
Beijos.

disse...

Maria Augusta , acho que vc já sabe que também tenho paixão pela arte no vidro....as nossas garrafinhas foram o nosso primeiro ponto em comum... não é mesmo? A que vc me deu fica na penteadeira do meu banheiro e não tenho como não vê-la todos os dias
;-}}...linda paixão beijos...

Lino disse...

Acho muito bonito as transparências, mas a minha paixão são mesmo os livros. Acho que seria muito difícil viver sem eles e sem lê-los.

Maria Augusta disse...

Meire, o que acho bonito é que quando existe a transparência a forma e a cor são sugeridas, é ao mesmo tempo frágil e lindo...
Um beijo.

Eduardo, que bom que não estou atrasada para esta blogagem. É uma de suas grandes idéias, estas "coletivas atemporais".
Um abraço.

Dora, que bom vê-la de volta à blogosfera. E que frase mais linda "quem acolhe a Arte, associa-se ao autor dela".
Um beijo.

Sonia, teu blog merece todos os parabéns, pelo conteúdo e por tua gentileza.
Um beijo.

Ví, é verdade, nossas coleções de frasquinhos de perfume foi nosso primeiro ponto em comum e as miniaturas do Lalique são muito lindas mesmo, né?
Um beijo.

Lino, os livros também são uma de minhas grandes paixões, sempre foram meus companheiros.
Estou com problemas para deixar comentários no seu blog, acho que mandá-los por e-mail.
Um abraço.

Georgia disse...

PÖousando como borboleta em seu Jardim. De volta ao mundo conectada. Estou colocando a leitura em dia. Depois comento. Deixa-me pousar em seus posts.

Bom dia!!!

beijao

Meire disse...

Bom dia flor do dia!

Aninha Pontes disse...

É realmente fascinante.
Imagino que estar ao vivo diante disso tudo, é prá esquecer a vida totalmente não?
Beijos e bom dia.

Georgia disse...

Olha, a Aninha disse tudo. Acredito que ao vivo esse jardim deve ser encantador.

Adoro transparência em todos os sentidos da palavra.

E concordo com o Lino: Mesmo que as garrafas sao fascinantes, ou todo trabalho em vidro e sua trasparência, eu , assim como o Lino nao poderia viver sem livros. Eles me sao fundamentais.

Boa tarde e te enviei um email com comentarios dos popsts passados.

Beijao

expressodalinha disse...

Deslumbrante!

Só- Poesias e outros itens disse...

Maria Augusta, estou encantada e morrrreeeeenddddooooo de inveja, tanta beleza aí pertinho de você, então aproveite!!!!
Deslumbrante os mosaiscos que se formam na luz.
Têm uma cena de filme, e gostaria de saber qual é.


bjs.

JU Gioli

Só- Poesias e outros itens disse...

Ops, não precisa, aumentei a tela e vi....

bjs.

JU Gioli

Maria Augusta disse...

Georgia, que bom que você está de volta. Eu vi este jardim de cristal ao vivo quando estava instalado em Pont-à-Mousson no ano passado. Mas no Jardin de la Bagatelle deve ser ainda mais bonito, pois é um parque com lagos e grandes árvores.
Um grande beijo.

Meire, um lindo dia para você.
Beijos.

Aninha, para quem gosta de transparências é realmente uma maravilha.
Beijos.

Jorge, obrigada pela visita e pelo comentário. Abraços.

Ju, o Jardin de la Bagatelle é perto de Paris, não vi a exposição lá, mas a vi no ano passado quando foi apresentada aqui perto de casa.
Coloquei este filme por causa da música, foi a versão do Noturno de Chopin mais bonita que encontrei no You Tube.
Beijos.

Mário disse...

Passando para matar a saudade e te deixar um abraço.

acqua disse...

Olá caríssima, olha, lembro-me bem do lindo post que fizestes sobre os jardins de cristais, me deixou babando na ocasião. Eu adoro a magia da luz em encontro com o vidro, com cristais. Dá um colorido especial. Eu tenho cá em casa um dragão de cristal que comprei em Veneza, numa dessas feiras de rua que há por lá. Na parte de cima o mio amore montou uma iluminação especial na cor vermelha, o resultado é lindo.
Abraços meus...

Maria Augusta disse...

Mario, obrigada pela visita e parabéns a você e à Cris pela união.
Um abraço.

Lunna, aquela exposição que no ano passado estava aqui no leste da França agora está perto de Paris. Cristal, cores e luz formam uma combinação maravilhosa mesmo, né?
Beijos.

marialynce disse...

Maria Augusta, mais uma vez um post de grande sensibilidade. Juntar duas coisas maravilhosas como jardins e cristais só podia ter um resultado espectacular!Também adoro vidros, quer pelas formas que possibilitam quer pelos jogos de luz que conseguem sugerir e que acabam também por fazerem parte das próprias formas. Os jardins prestam-se à criação de muitos ambientes; aqui em Portugal houve nos séc.XVII/XVIII uma grande tradição de decorar várias zonas destes espaços com azulejos, o que também proporcionava jogos de brilhos com a luz reflectida.
Beijinho