terça-feira, 25 de setembro de 2007

O Livro sobre a Praça 2007


Fotomontagem : escritora do salão dando autógrafos
Este fim de semana de setembro teve muito movimento aqui em Nancy, tendo como tema o livro. Pois é, livro é coisa séria aqui na França, a "entrada literária" é um acontecimento e dentro de algumas semanas teremos a entrega dos prêmios importantes como o Goncourt, Femina e outros. E aqui em Nancy, acontece o primeiro grande salão do ano, "O Livro sobre a Praça", onde os escritores da França inteira querem ser vistos e entrar em contato com o público para apresentar seus lançamentos. O presidente desta edição era Yves Coppens, o arqueólogo que encontrou Lucy, um hominídeo de 3,5 milhões de anos. Além dele, estavam presentes também várias outras personalidades da política, do cinema, da ciência e da televisão.

Mas aqui em casa, o acontecimento era outro, para nós bem mais importante : o 12° aniversário de casamento no domingo dia 23. Para comemorá-lo, fomos almoçar no restaurante mais simpático da maravilhosa Praça Stanislas. E valeu a pena, apesar de ter pedido um prato frugal pois estive adoentada na semana passada e não estava com muito apetite , a sobremesa foi deliciosa : “Chaud-froid aux mirabelles avec son sorbet aux pain d’épices” (quente-frio de mirabelles com sorvete de pão de especiarias”). Hum, delicioso! E o inesperado de nossa comemoração ficou por conta dos vizinhos no restaurante...devido ao “O Livro sobre a Praça” , nas outras mesas se viam todos aqueles medalhões que a gente vê na televisão, parecia que estávamos num palco, me segurei para não sair pedindo autógrafos (rs).

Depois do almoço fomos dar uma volta no local do evento, quer dizer eu entrei e meu marido ficou me esperando lá fora, ele não gosta de empurra-empurra. Até que não tinha tanto, dava para se aproximar das mesas onde os autores falavam sobre seus livros, o que às vezes é impossível, quando está lotado demais. Mas o pior mesmo é quando não tem ninguém, o que já me aconteceu uma vez que cheguei muito cedo... a gente começa a folhear um livro por pura curiosidade, como só tem você ali, o autor se aproxima para te explicar entusiasticamente a história e como ele a escreveu, e depois... se você não gostou ou não pretende comprar o livro, vai saindo com o maior sorriso amarelo. Tem gente que não liga, mas eu acho chato!

O que comprei desta vez? Alguns livros artísticos, no Museu de Belas Artes, que aproveitando o evento estava “queimando” livros, catálogos e affiches. Quanto ao salão em geral, foi um sucesso retumbante, pois este ano bateu o recorde de vendas de livros de toda a sua existência. Pois é, felizmente parece que os livros ainda tem muito futuro pela frente...


CLIQUE NO PAINEL ABAIXO PARA VER O DIAPORAMA


22 comentários:

gilrang disse...

maria augusta,

place de la carrière? mudaram de lugar o evento? as tendas costumavam ser na place stanislas. bom, mas lá se vão uns bons nove, ou dez anos!! e sempre foi esse tipo de bagunça organizada. la carrière parece ser um lugar melhor, pois o trânsito não fica interrompido (creio eu).

fiquei com água na boca! foi no l´arrasoir? eu gostava de um restaurante na rue callot (j´ai oublié le nom). não sei se ele ainda existe. très bon et très chère!

voce já foi ao parc de saurupt?

Vi Leardi disse...

Cara M. Augusta,
uma delícia ler estes teus relatos...são taõ naturalmente redigidos que parece estarmos batendo um "papo" pessoalmente...muito bom.
Um beijo e até breve

Samantha Shiraishi disse...

Maria Augusta
escrevi antes aqui, mas o comentário deve ter entrado com o nome de tela do Enzo (enzobuzz) que estava mandando mensagem para um amigo antes! Se foi assim, me avisa?
Sam

Lino disse...

Amo livros e lamento nãoa ter ido à Bienal, que foi no Rio. Sempre vou, mas neste ano por problemas profissionais, não pude ir. Uma pena.
Nada melhor do que um bom livro.

Flavia Sereia disse...

Nossa eu ia fazer a festa e a ruina financeira do marido se fosse num lugar desses hehehe

bjs

Maria Augusta disse...

Gilrang, vejo que voce conhece bem Nancy...mas ela mudou nestes últimos anos. O Livre sur la Place é na Praça Carrière desde 2004 (onde o trânsito foi fechado para o evento)e a Praça Stanislas foi toda reformada, agora é só para os pedestres. Não almoçamos no L'Arrosoir, mas ele ainda existe.
Conheço sim o Parc de Saurupt, com suas construções art-nouveau. Um abração para você.

Vi, obrigada, você é sempre benvinda a este "Jardin" para um cafezinho e um bate-papo. Normalmente, dou mais informações nos posts, principalmente sobre um evento como este, que este ano teve como tema "O Homem e a Terra", mas entre a virose que tive e o aniversário, não pude aproveitar muito deste salão. Um beijo.

Maria Augusta disse...

Sam, não se preocupe, não chegou nada do enzobuzz. Um beijo grande para você e uma beijoca para ele.

Lino, nem fale, cada livro é uma viagem. E tão bom ler!
Abração.

Flavia, a tentação é grande, mas também tem tanta oferta e tanto movimento em volta que atrapalha a escolha, é melhor já chegar sabendo o que vamos procurar.
Um beijo.

Eduardo P.L. disse...

Parabéns pelo aniversário. Interessante essas histórias de eventos locais.

Meire disse...

Querida Guta, desculpa o atraso, mas sempre em tempo pra te dar um abraço pelo niver de matrimonio, que foi comemorado com grande estilo, muita festa e cultura.
Um beijo grande.
Meire

luma disse...

Parabéns pelo aniversário de casamento!!
Gostei do tratamento que deu à primeira foto!! *Aqui no Brasil deveriam usar mais chapéus! (rs*)

Fui à Bienal esse fim de semana e estava lotada, record de público!! Brasil passando a encarar a leitura também como distração. Nossa seriedade é mesmo relativa.

Fiquei satisfeita que tenha gostado do desenho. Eu nunca vi uma foto sua, foi mesmo lúdico!

Bom dia!! Beijus

Maria Augusta disse...

Eduardo, obrigada. Os eventos locais são novidades por enquanto, mas como eles se repetem a cada ano, depois terei que procurar outros assuntos (rs).
Um abraço.

Meire, realmente a comemoração deste ano teve uma originalidade meio imprevista, devido aos eventos na cidade. Um beijão.

Luma, realmente genial o guache que você fez de mim sem ter visto nenhuma foto, simplesmente a partir do que você leu aqui. Isso prova que eu me comunico bem por escrito...e que você é muito sensível e uma grande artista.
Quanto à Bienal, fico contente em saber que no Brasil também os livros fazem sucesso.
Sobre os chapéus, parece que estão voltando à moda por aqui (que bom, acho tão bonito).
Beijos.

marilia disse...

maria Augusta, simplesmente genial seu aniversário de casamento!
e como vc é bela!
Acho que os livros são imortais...nunca serão queimados em praças, pelo contrário (rsss, note-se pelo evento), mesmo com o advento da internet....
nada mais gostoso que ter um em mãos e viajar nas palavras e na história do escritor.
Amei as fotos, e te garanto que desta vez não roubei nenhuma...rsssss
bjos grandes!!!!

Lina disse...

Maria Augusta,

Parabéns pelo aniversário de casamento! Muita felicidades para vocês!

Quanto ao passeio cultural, tudo aí é tão bonito!
Tudo tão poético! Tantos eventos bons e tudo aí parece tão bem cuidado.

Beijos e um lindo dia!

Maria Augusta disse...

Marilia, também estou chegando a esta conclusão, nada vai destronar os livros, as pessoas os procuram cada vez mais. A moça que aparece na ilustração não sou eu, é uma escritora dando autografos. Quanto às fotos, pode "roubar" quantas quiser (rs). Um beijo e um bom dia.

Lina, verdade que as coisas aqui são bem cuidadas, e todos estes eventos tem entrada gratuita, paga-se impostos altos mas se vê o retorno.
Um beijo.

Meire disse...

Buongiorno cara!
O que tem para o almoço hoje?
Bjs
Meire

O Meu Jeito de Ser disse...

Maria Augusta, tudo bem querida?
Antes de mais nada, deixa eu te falar que há tres dias estou tentando comentar aqui sem sucesso. Acho que o problema éra com o blogspot, pois todas as caixas dele não conseguia abrir, inclusive a minha própria, parece que agora a tarde está melhorando.
Bom parabéns pelo aniversário. Deus permita que façam muitos outros doze, eu já fiz duas vezes e meia isso.
Achei muito bonito a exposição de vocês aí. Que bom que as pessoas se prendem tanto a um bom livro, que aliás é uma bela terapia um bom livro.
Beijos meu bem e felicidades.

Maria Augusta disse...

Meire, bom dia. Ontem no almoço comemos codornas recheadas. Já comprei recheadas, era só cozinhar. Beijo.

Aninha, parece que aí no Brasil o blogspot dá muitos problemas, aqui menos. Obrigada e parabéns a você por tantos anos de casamento e tua linda família. Um beijo e um bom dia.

Karina disse...

Maria Augusta,
parabéns pelo aniversário de casamento! Muitas felicidades e muita harmonia pra vcs sempre.
Q bacana comemorar com um passeio tão agradável, além dos livros, o dia parece q estava lindo!
Bjs

Osc@r Luiz disse...

Lucy é o elo que estava perdido na escala da evolução. Adoraria conhecer o seu descobridor. O nome é atribuído devido á música que tocava quando da descoberta: "Lucy in the Sky with Diamonds" dos Beatles.
Quanta cultura...
Que vontade de estar aí por perto.
Beijos, Maria Augusta, aproveite ao máximo. Inclusive por mim!
Saudades!

Osc@r Luiz disse...

Puxa vida...
Quase não felicito vocês:
PARABÉNS!!!! \o/
Quanta felicidade. 12 anos!!!!
Espero ter esse mesmo privilégio com a Tânia!
Comemorem sim, um brinde com Champagne! (a original!)...
Tim-tim!
Brindamos à sua saúde e a do seu esposo!
Muitos e muitos anos pela frente.
Mesmo com atraso, hoje à noite vou brindar à saúde de vocês!
Só agora retorno às visitas. Meu curso estava realmente muito puxado e era impossível concatenar as coisas.
Beijos à você e abraços ao seu sortudo esposo!

Samantha Shiraishi disse...

Bom, a mensagem com nome errado não entrou, mas não posso deixar de comentar: adoro feiras de livros e amamos livros de arte. Imagina como me encontrei aqui neste post?
Em fevereiro completaremos 12 anos de casados, temos mais isto em comum, cara amiga? Parabéns (agora bem atrasado) a vocês pelo tempo juntos e pela parceria que você nos faz presumir que vivem!
Beijos e muitas felicidades.

Maria Augusta disse...

Oscar, realmente o nome Lucy vem da música dos Beatles, você está muito bem informado. Obrigada pelos parabéns, tenho certeza que você e tua esposa vão chegar lá e dobrar muitas vezes os 12 anos, para grande alegria de vocês e do Theo. Parabéns pela seriedade com a qual você fez o curso e benvindo de volta à blogosfera.
Um abração.

Sam, mais uma coincidência, amiga aquariana. Obrigada pelos parabéns e um grande beijo.