sábado, 11 de agosto de 2007

Casas que Economizam Energia

No Dia Mundial da Terra assumi um compromisso com o Movimento "Faça a Sua Parte" em relação à uma ação individual colaborando no combate ao problema climático que enfrenta nosso planeta. Nesta ocasião, prometi divulgar projetos encontrados na imprensa científica internacional relativos a este assunto. Este post é uma colaboração neste sentido.

Atualmente fala-se muito em casa ecológica. Mas o que é? Dizem que uma casa ecológica é construída com materiais locais, naturais, que sofreram o mínimo de transformações. Por exemplo, um igloo, as casas dos índios, uma casa de palha...

A casa sustentável seria uma casa que apresenta o conforto da vida moderna, mas já incluindo os critérios de respeito ao meio ambiente, como a utilização de materiais ecologicamente corretos, uma minimização do consumo de energia e baixo teor de emissão de CO2.

Recentemente ouvi uma terceira definição para este tipo de residência: a casa econômica!A economia consistiria na minimização da água e da energia fornecida pela rede pública e das emissões de CO2. No entanto, o argumento de venda junto ao público é a economia em ...dinheiro. "Economize 800 libras na tua conta de luz por ano comprando esta casa."

Esta casa (foto acima) faz parte de um conjunto de casas populares que serão construídas pelo governo britânico, das quais 10% são casas "econômicas", com baixo teor de emissão de CO2. O projeto que venceu a concorrência pública integra os ítens já tradicionais das casas sustentáveis tais como painéis solares fotovoltaicos, mini-turbinas eólicas, vidros triplos que absorvem a radiação solar em função da estação do ano, reutilização da água dos banhos e das pias para a descarga do banheiro e recuperação da água da chuva (veja o diaporama).


Veja também o VÍDEO do jornal televisivo francês apresentando esta casa.

Trata-se de apenas 10% das novas casas a serem construídas, mas acho que isto demonstra que os governos dos países industrializados começam a levar a sério o problema do aquecimento da Terra e adotar medidas concretas para combatê-lo.


No Brasil, também existem projetos para a construção de casas sustentáveis, como a "Casa Verde" (à esquerda) e a "Casa Sustentável", cujos protótipos integrando os princípios da arquitetura bioclimática e materiais certificados foram apresentados recentemente em São Paulo e no Rio Grande do Sul, respectivamente.

E também idéias originais e inusitadas como as casas com estrutura de bambu e com argamassa de raspas desta planta e de pneus, construídas em Três Rios (RJ) e Maceió (AL). Aliás, a utilização de materiais de construção provenientes da reciclagem, é um dos pontos inovadores da arquitetura ecológica, como pode ser visto na casa do arquiteto Sérgio Pamplona, em Brasília (DF), na qual pneus usados são preenchidos com terra e usados como degraus das escadas.

Existem também iniciativas interessantes para casas populares como o projeto para comunidades carentes, com métodos construtivos e características ecológicas do Instituto Habitat, e também o projeto de habitação sustentável voltado às comunidades de baixa renda em São Leopoldo (RS).

O importante é constatar que a procura de soluções para a construção de habitações auto-sustentáveis em energia, com aproveitamento máximo da água e com limitações nas emissões de CO2 já está sendo incorporada na mentalidade coletiva. Parece que as pessoas são menos reticentes em relação à mudança ao seu modo de morar que ao de se locomover, pois o uso do automóvel até agora não encontrou substituto "aceitável".

Leia mais :

Noções sobre a Arquitetura Sustentável
Tecnologias diminuem gastos de energia e água
6 Idéias para uma casa ecológica
Conselhos do Greenpeace para cada cômodo da casa
O bom e o barato da casa ecológica


Alto da Página

18 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Formidável essa sua postagem. Cheia de links interessantíssimos e muito próprios para a campanha!
Parabéns! Como sempre esgotando o tema!

Mário disse...

Maria Augusta, subscrevo o comentário do Eduardo. Sempre bom vir aqui e ter acesso a informações tão interessantes e temas atuais e de fundamental importância.Preservação do meio ambiente é tema da mais alta importância para todos nós.
Aproveito para te desejar um excelente domingo e ótima semana.
Abraços,
Mário.

Contra-pontos disse...

Adorei o tema de hoje, e concordo com o Eduardo, na questão dos links que você utilizou, ampliando e alertando para um assunto muito importante atualmente.

Bjs,


Jugioli

luma disse...

No Brasil a energia é tão cara para o poder aquisitivo do povo, que se esse povo tivesse chance de escolher, escolheria por algo mais barato e não pensando em ecologia. Sabe como é o povo; o que dói no bolso, dói na alma! Além da consciência ecólogica do povo, faltam investidores.
Já ouviu falar na cidade ecológica, localizada na Dinamarca? Agora não me lembro do nome da cidade, mas lá existe a simulação da cidade ideal.
Boa semana! Beijus

Veridiana Serpa disse...

Oi Maria Augusta obrigada por ajudar a divulgar a blogagem coletiva... uma ótima semana pra vc... abs

Celia disse...

Parabens Maria Augusta. Muito interessante o que li. Bj

marilia disse...

maria augusta...sabe, já havia lido alguns artigos,mas foi aqui e agora que linkei e vi como as coisas já estão MODERNAS e naturebas...,ops, aproveitando o meio ambiente e preservando ...
gosto de saber de gente que faz isso...
sou meio bobinha nesse campo. não me mobilizei nunca em favor da preservação.preciso de um bom puxão de orelhas!
ps; adorei seu comentário...
familia é uma delicia mesmo!

Lunna disse...

Legal o seu post de hoje.
Já imaginou a gente morando numa casa natural como os indios ou como os povos primitivos?

Ps. Não estou dizendo que indios sejam primitivos, porque pra mim, eles são muito mais sábios que nós, tolos humanos limitados a nós mesmos que nos especializamos em consumir a natureza em tempo integral.

Mas seria divertido morar numa casa feita de pedras como há na Grécia.
Recentemente vi uma matéria sobre casas feitas a partir do material das garrafas pets e achei formidável.
Bem, meu abraço querida.

Flavia Sereia disse...

Eu vi essa reportagem, achei muito boa, e meu sonho é ter uma casa bem ecologica, usar a energia do sol, aqui é praticamente o ano todo, aproveitar a agua da chuva, enfim tentear agredir o minimo possivel o meio ambiente, e claro não devemos nos esquecer que todos temos que plantar arvores, senão de pouco proveito será fazer outras coisas.

bjs

Maria Augusta disse...

Eduardo, Mario, obrigada pelo comentário e pelo incentivo. Abraços para vocês.

Jugioli, obrigada pelo comentário e por vir visitar o Jardin mesmo estando de férias. Um beijo.

Luma, uma casa ecologica nem sempre é mais cara que uma casa normal. Nesta, por exemplo, o que a torna mais cara são os painéis solares e as turbinas eolicas. Mas coisas como reciclar a agua da chuva ou utilizar agua usada na descarga, poderia ser feito sem muitas despesas. E as residências mais modestas é que são as mais ecologicas, pois gastam menos energia e contribuem menos para o efeito estufa. Quanto a cidades ecologicas, elas existem na Alemanha e Inglaterra, pelo menos (veja o post Transition Towns do Faça a Sua Parte. Um beijo.

Maria Augusta disse...

Veridiana, muito normal a divulgação, todos nós desejamos Ordem e progresso, né? Parabéns pela iniciativa. Um abraço.

Célia, obrigada, aí na Suécia o pessoal também deve ser bastante preocupado com a ecologia, né? Um beijo.

Marilia, verdade que as pessoas estão começando a prestar atenção a este problema, muitas vezes com gestos simples podemos ajudar. Um beijo.

Maria Augusta disse...

Lunna, cada vez mais estão aparecendo soluções naturais e inteligentes, algumas copiando as soluções dos povos "primitivos", que estavam mais próximos da natureza, outras adaptando o conforto atual à proteção do meio ambiente. Um beijo.

Flavia, num país tão ensolarado como o Brasil a energia solar deveria ser melhor aproveitada. E plantar árvores como você disse é fundamental. Um beijo.

luma disse...

Hoje fiz uma postagem agradecendo o prêmio que me deu! Obrigada mais uma vez! Beijus

Maria Augusta disse...

Luma, não precisava agradecer, você merece. Beijos.

Osc@r Luiz disse...

Sempre uma idéia interessante a ser degustada.
Isso é o mínimo que se encontra aqui.
Esse modelo de sustentabilidade, começa a ser a tendência mundial. Logo será exigência para sobrevivência.
E claro, está em destaque no "Le Jardin...".
Falamos de futuro, e o presente é a chance de o melhorarmos.
Que seja assim, ou sofreremos todos as consequências.
Obrigado por chamar-nos a atenção!
Um beijo!

Maria Augusta disse...

Oscar, aos poucos as mentalidades tem que evoluir na direção da sustentabilidade, não temos outra saída. Um beijo.

Karina disse...

É realmente assustador o desperdício q temos na construção civil. Por isso fico encantada com idéias de reciclagem, aproveitamento e alternativas de materiais. Sabe q já tinha pensado nessa idéia de reutilização de água? Seria muito interessante se essas idéias fossem mais discutidas e aplicadas.
Bjks

Maria Augusta disse...

Karina, a gente precisa falar sobre o assunto, dar idéias, a mentalidade aos poucos vai mudando. Acho que as próximas gerações já vão desperdiçar menos, de qualquer forma não haverá muita escolha. Beijos.